Como Fazer Um Currículo Superior – Os 11 Passos Fundamentais

11 Passos Fundamentais

Ter um folha vazia na sua frente pode ser paralisante; mas todos os bons currículos começam numa página em branco. A questão então se torna “O que escrever nessa folha em branco?” Vejamos cada um dos passos fundamentais desse processo.

Passo 1

Insira Seus Detalhes Pessoais

  • A primeira linha deverá conter seu nome, primeiro e último, alinhado bem no centro da página e em um tamanho de letra maior que o restante do seu currículo ― por exemplo, 2 números acima.
  • Deixe um espaço e, em duas novas linhas, insira seu endereço e detalhes de contato, celular e endereço eletrônico.
  • Uma foto é opcional e geralmente considerada como desnecessária, até mesmo prejudicial. Adicione uma foto no formato 4X8 ao canto superior direto de seu currículo somente caso esteja se candidatando a um cargo em que a aparência seja um fator determinante para a seleção. E, se for esse o caso, garanta que usa uma foto bem tirada e onde você se apresenta de modo profissional.
  • Não inclua número de documentos como RG, CPF ou título de leitor. Esses dados só serão relevantes para a empresa caso você acabe sendo selecionado para assinar um contrato.

Passo 2

Insira o título: “Objetivo”

  • Está se candidatando a um cargo específico? Mencione isso aqui. Se não está, omita esta seção.

Passo 3

Insira o título: “Perfil Profissional”

  • Escreva um breve parágrafo onde você descreve a si mesmo. Alguns sugerem que use 40 a 50 palavras, no máximo.
  • Escreva na terceira pessoa e descreva suas maiores realizações, habilidades e qualidades.
  • Escolha os exemplos que melhor demonstram que você possui o tipo de caraterísticas que o recrutador está procurando.
  • Use o Não Diga, Mostre: descreva suas aptidões de forma a permitir que seja o próprio recrutador a concluir quais são suas qualidades, em vez de ter de ser você a lhe dizer diretamente.
  • Use suas habilidades de copywrite. Pergunte-se:
    • Quem?
    • Quando?
    • Onde?
    • O quê?
    • Quantos?
    • Por quanto tempo?
  • Adicione esses detalhes na forma de nomes e números.

Passo 4

Insira o título: “Resumo de Qualificações”

  • Usando marcadores, enumere suas realizações que mais se destacam ― de acordo com as necessidades da vaga a que você está concorrendo.
  • Usando Não Diga, Mostre, liste suficientes realizações relacionadas com o trabalho. Suficientes para provar além de qualquer dúvida razoável que você quer, pode e vai fazer o trabalho no ambiente e cultura em que estará trabalhando.
  • Use suas habilidades de copywriting novamente, favorecendo o uso de nomes e números.
  • Encontre uma maneira de mencionar o quanto você aumentou as margens de lucro ou quanto dinheiro seus bons hábitos de trabalho economizaram a seus empregadores.
  • Poderá reutilizar qualquer realização de topo mencionada em seu perfil. Não precisa usar exatamente as mesmas palavras, a fim de não soar repetitivo. Além disso, poderá adicionar alguns detalhes extra aqui.
  • Lembre-se que esta lista tem como objetivo destacar o que você tem de melhor, a fim de capturar a atenção do recrutador. Liste apenas 2 ou 3 qualificações se isso for tudo o que você tiver de mais relevante. Melhor impressioná-lo com pouco do que aborrecê-lo com muito.

Passo 5

Insira o título: “Experiência Profissional”

  • Usando marcadores, liste seu histórico de trabalho em ordem cronológica inversa. Seu último emprego, ou o atual, aparecendo em primeiro lugar.
  • Em cada entrada da lista, diga o nome da empresa onde você trabalhou, por quanto tempo e qual o seu cargo.
  • Descreva suas funções e atividades principais de modo relevante, fazendo uso liberal do Não diga, Mostre e de suas aptidões de copywrite.
  • Lembre-se que cada linha de seu currículo representa uma oportunidade de influenciar o recrutador a inferir um atributo positivo seu.
  • Por outro lado, se tomar tempo descrevendo funções que não o destacam estará se arriscando a entendiar o recrutador.
  • Dependendo de como cada entrada em seu histórico de trabalho se relaciona com a vaga a que você está concorrendo, você poderá entrar em mais ou menos detalhes.
  • Quando um emprego anterior não se relaciona com nenhuma das necessidades pertinentes à vaga em questão, você pode simplesmente omiti-lo. Isto irá lhe permitir poupar espaço precioso e permitirá que seu currículo continue inteiramente focado no que o recrutador realmente precisa de aprender sobre si.

Passo 6

Insira o título: “Formação Acadêmica”

  • Usando marcadores e em ordem cronológica inversa (o mais recente primeiro), descreva onde você estudou e o tipo de formação acadêmica que você recebeu, incluindo quaisquer certificados que você possua.
  • Se suas notas foram suficientemente altas, poderá fazer menção delas, mas se elas foram medianas você as deverá omitir, especialmente se o restante de seu currículo já fornecer uma imagem clara do quão bem qualificado você está.

Passo 7

Insira o título: “ Formação Complementar”

  • Liste quaisquer cursos de curta duração que tenha tirado e que sejam relevantes para o cargo a que está concorrendo.

Passo 8

Insira o título: “Conhecimentos Linguísticos”

  • Escreva o nome dos idiomas que você conhece razoavelmente bem e qual seu grau de proficiência neles. Não exagere, porque se passar à fase de entrevistas, poderá muito bem ser testado. Poderá usar uma tabela semelhante à constante nos exemplos em que se faz distinção de seu grau de familiaridade com o idioma nos campos de leitura, escrita e conversação.
  • Se seu inglês é acima da média, já deverá ter destacado isso no Perfil Profissional ou em Resumo de Qualificações. Em todo o caso, mencione isso aqui novamente. Lembre-se que se o conhecimento de uma língua específica é um fator determinante e se o recrutador está com muita pressa, ele poderá olhar apenas para esta área a fim de saber se vale a pena, ou não, continuar analisando o restante de cada currículo que ele tem na mesa.

Passo 9

Insira o título: “Aptidões Informáticas”

  • Descreva seus conhecimentos informáticos.
  • Se eles são acima da média lembre-se de fazer menção disso no Perfil Profissional e em Resumo de Qualificações. Deverá mencioná-lo aqui também, sendo mais descritivo se necessário, pelas mesmas razões apontadas acima.

Passo 10

Insira o título: “Informação Adicional”

  • Se qualquer um dos seus passatempos, voluntariado ou atividades extracurriculares é relevante para a oferta de emprego a que se candidata, mencione-os aqui.
  • Use tudo o que temos falado antes, incluindo Não diga, Mostre e as técnicas de copywrite.

Passo 11

Prepare o Rodapé

  • Certifique-se de adicionar pelo menos seu nome e seus contatos ao rodapé se seu currículo tiver duas ou mais páginas. Desta forma, garantirá que poderá ser contatado, mesmo que as páginas do seu currículo acabem se separando.

Comentários

Comentários