Ato III: Retire Seus Personagens da Árvore em Chamas

O Ato III envolve a resolução da história. Você está prestes a terminar sua carta de apresentação. Mas, ao contrário da maioria dos livros, onde chegar a uma resolução significa trazer toda a trama a uma conclusão, você quererá seduzir seu leitor a continuar lendo o seu currículo. Isso significa que você precisa modelar o que acontece nas histórias que abrangem vários volumes, como as trilogias.

No caso de uma trilogia, o romancista tem pelo menos duas tramas principais acontecendo. Uma relativa ao volume que você está lendo, que será levada a uma resolução no fim desse volume e uma trama bem maior que abrangerá todos os volumes da trilogia.

Dois volumes, um objetivo

No seu caso, você tem dois volumes. O primeiro volume tem um enredo: Quem você é, as necessidades que você identificou na empresa e uma exposição de como você está qualificado para atender a essas necessidades. No entanto, há uma grande trama que se desenrola tanto através da carta de apresentação, quanto do currículo. De que se trata? Essa trama principal é a conclusão de que convidá-lo para uma entrevista é a melhor decisão que o recrutador poderá tomar.

Em termos práticos, isso significa que você tem de explicar em sua carta porque razão seu leitor se deve preocupar em ler o segundo volume do enredo ― seu currículo.

Além deste, um outro aspecto que você deverá ter em mente é que sua carta deverá terminar de um modo que deixe seu leitor com uma excelente impressão sua. Isso beneficiará você de uma maneira intrigante. A neurociência nos explica como.

Chamado de efeito halo, esta distorção cognitiva ocorre quando nossa opinião sobre uma coisa influencia nossa opinião sobre uma outra coisa, só porque a primeira está próxima da última.

Isso pode ser facilmente observado se você olhar para uma salada que está ao lado de um hambúrguer com batatas fritas. Quando ele surge ao lado de uma taça de vegetais coloridos, o hambúrguer até parece uma opção saudável. Na verdade, o efeito halo é usado até à exaustão na indústria da publicidade.

Por exemplo, alguém atraente e de aspecto saudável, devidamente maquiado e até mesmo com sua aparência alterada digitalmente, é colocado lado a lado com o produto que a corporação deseja lhe vender. E agora você entendeu como os homens do marketing estão constantemente jogando com sua mente para o influenciar através do efeito halo.

Claro que, a pergunta que realmente nos interessa é:

Como você pode usar o efeito halo para sua própria vantagem?

Assim como no caso da salada de vegetais, uma carta de apresentação impressionante também influenciará o recrutador a esperar um bom currículo. E a partir do momento que ele está esperando um bom currículo, existe uma boa probabilidade de que ele seja bem mais complacente com qualquer problema que ele note no currículo. Além disso, o efeito halo até mesmo influenciará o que o recrutador pensa de você durante a entrevista.

De que forma?

Por exemplo, se o recrutador ficou com a ideia que você é alguém altamente competente ― se ele realmente está convencido disso ― e se depois você se engasga na entrevista, existe uma boa chance de ele simplesmente concluir que você estava um pouco nervoso e que seus engasgos não são relevantes. E tudo isso começou com uma inocente carta de apresentação.

Devido a tudo isso, nós queremos mesmo dominar o Ato III. Como podemos aprender a fazer isso? Primeiro, lembre-se que a preocupação fundamental na cabeça do recrutador é sempre esta: “Eu tenho tantos currículos para revisar, por que eu deveria considerar o seu?”

Em segundo lugar, mantenha em mente que responderá a essa questão fornecendo provas de que você quer, pode e vai fazer um trabalho muito acima da média. Como?

Ao contrário do que acontece com o currículo, você poderá demonstrar seu entusiasmo pelo lugar ao escrever a carta de apresentação. Em vista disso, e olhando para as necessidades que você detalhou no Ato II, mencione os pontos principais do seu currículo, aqueles que mostram como você pode, quer e vai atender a essas necessidades e fazer um trabalho de alta qualidade. Seja entusiástico ao fazer isso, mas sem exagero.

Finalmente, mostre claramente que a história continua no próximo volume ― o currículo. Como? Por mencionar ao recrutador que ele poderá encontrar mais detalhes sobre seus atributos no currículo anexo.

Você deve se preocupar muito com cores e formatações originais?

Há centenas de modelos de currículos e de cartas de apresentação online. No entanto, usar um modelo fora do vulgar não é terrivelmente importante, excepto se você estiver se candidatando a uma vaga de design gráfico. Nesse último caso, o próprio currículo e carta de apresentação se tornam parte de seu portfólio. Mas tirando isso, escolha o que é familiar e ganhe a atenção do recrutador por meio de um conteúdo de alta qualidade. Este é um daqueles casos em que você não vai precisar perder tempo reinventando a roda. Ou pior ainda, ficar paralisado, confuso perante tanta possibilidade. Pelo contrário, um modelo simples e familiar e uma carta de apresentação estruturada em 3 Atos são tudo o que você necessita.

Na verdade, algo excessivamente diferente pode até induzir repulsa, um risco que aumenta com o grau de cansaço mental do leitor ― e eu tenho certeza que você não quer correr o risco de cansar um recrutador. Isso é especialmente importante visto que ele pode já estar mentalmente exausto quando finalmente pega na sua carta de apresentação a fim de dar uma olhada nela.

E que dizer do papel em que você imprimirá o currículo?

Aqui a opinião é divergente. Alguns recrutadores lhe dirão que o papel de uma cor que não o branco chama a atenção, se destacando de todos os outros. Outros porém, são da opinião que você não deverá usar cores fora do normal visto que, aparentemente, muita gente tem vindo a fazer isso e, portanto, você não se destacará tanto assim. O que fazer então?

Se quiser jogar pelo seguro, experimente imprimir seu currículo em uma loja que ofereça trabalhos de impressão gráfica. Por alguns reais poderá ter seu currículo e carta de apresentação imprimidos em um tipo de papel de alta qualidade e de gramagem superior. Ou seja, um tipo de papel ligeiramente mais pesado que o normal e com uma qualidade refletiva semelhante ao papel de alta qualidade onde normalmente se imprime fotografias. Se quiser lhe dar um toque de classe adicional talvez possa também escolher uma cor de papel que é branca, mas com uma ligeira tonalidade beje, um leve toque de classe.

No entanto, lembre-se que a folha branca rómula, ou comum, que surpreende o recrutador com a qualidade do seu conteúdo é a melhor forma de chamar a atenção dele. Por causa disso, o seu objetivo e preocupação primários devem ser a pesquisa de qualidade e a descrição de quão bem qualificado você está para preencher a vaga. Dessa forma, você estará qualificado para causar uma ótima primeira impressão ― uma que iniciará um efeito de halo que abrangerá todo o seu caminho através da entrevista e, nós esperamos, mais além ainda.

Aqui estão os dois modelos completos. Note quão simples e familiares eles são. Isso acontece porque, em última análise, o objetivo de qualquer carta de apresentação é sempre o mesmo: “Eis-me aqui, olha quão bem qualificado eu sou para aumentar seus lucros.”

Parabéns! Você completou a série de artigos sobre Como Fazer uma Carta de Apresentação superior. Agora dê uma olhada no sumário completo de todos os 3 atos e nos Modelos de Carta de Apresentação, e respetivos Modelos de Currículos, a fim de poder observar como todos estes conselhos funcionam na prática.

Comentários

Comentários