Os Três Atos da Carta de Apresentação Superior

Saber que você tem de preparar não só um currículo, mas também uma carta de apresentação pode parecer uma tarefa difícil, até mesmo avassaladora. Mas existe um segredo:

    Preparar seu currículo primeiro.

É um fato que muitos desconhecem, mas a verdade é que uma carta de apresentação é mesmo muito fácil de escrever quando você já tem um bom currículo em suas mãos. Porquê? Porque todo o trabalho de bastidores já está feito. A única coisa que você necessita é de uma breve orientação.

Você ainda não tem um currículo?

Então veja como é fácil criar um excelente currículo na seção Currículo.

O Objetivo de uma Carta de Apresentação

A carta de apresentação é uma forma amigável de conetar seu currículo com a vaga, uma maneira de dizer: “Oi! Eu fiz minha pesquisa, você está procurando isto e aquilo, não é? Eu sou a pessoa certa por causa disso e daquilo. Você não acredita? Basta verificar

por si mesmo no currículo anexo e me ligar de volta para uma entrevista!”

Porque Você Deve Escrever Uma

Este tipo de cartas de apresentação são muitas vezes deixadas de lado. Afinal, se todas as informações necessárias já estão no currículo, por que se preocupar? Mas um recrutador valoriza bastante este tipo de cartas pois elas lhe mostram como você está disposto a tomar do seu tempo para seguir as regras de etiqueta da busca de emprego. Além disso, as cartas de apresentação são muito específicas, adaptadas à vaga a que você está se candidatando ― especialmente quando comparadas com o currículo comum.

Quando um recrutador tem uma carta de apresentação bem redigida em suas mãos, ele sabe que você tomou do seu tempo para fazer uma investigação cabal sobre a oferta de emprego. Ele está seguro que seu currículo não veio de alguém que enviou um monte de currículos de forma aleatória.

Pelo simples fato de ter recebido uma carta de apresentação junto com seu currículo, o recrutador está livre para inferir coisas boas sobre você e sua maneira de conduzir sua busca de emprego. Tudo isso sem você ter necessitado de lhe dizer nada, pois essa carta lhe mostrou tudo isso sobre você.

Mas uma vez que ele começar a ler a carta surgem diversas perguntas importantes:

  • Será que ele manterá essa boa impressão inicial?
  • Será que ele terminará de ler a carta?
  • E se ele a acabar, vai ficar com o desejo de dar uma olhada em seu currículo?

Muito depende de como você escreve a carta.

Como Escrever uma Carta de Apresentação

Essa carta é, como o nome indica, uma carta que você usa para se apresentar ao recrutador. Se você enviar seu currículo por e-mail, o currículo é o anexo de e-mail e a carta se tornará o conteúdo do corpo do e-mail.

Como você a deverá redigir? Visto que você tem dois objetivos, você deve escrever sua carta de uma maneira que os cumpra a ambos. Vamos recapitular quais são esses dois objetivos:

Agarrar e manter a atenção do recrutador ao longo de todo o documento.
Impressioná-lo ao ponto de ele ansiar dar uma olhada em seu currículo.

Tendo em conta esses dois objetivos, o que você deverá escrever? Vejamos.

Como Agarrar e Manter a Atenção Do Recrutador

Os grandes romancistas possuem uma capacidade de agarrar e manter a atenção dos outros extraordinária. Eles conseguem manter o interesse de uma pessoa durante vários volumes de 180.000 ou mais palavras. Como eles fazem isso?

A maioria das histórias, e até dos filmes, segue uma estrutura simples de 3 atos. Por quê? Porque essa estrutura funciona. Essa forma de construir uma narrativa envolve o leitor e o puxa para a história. Como é essa estrutura? Conforme a escritora Rachel Aaron explica em seu livro 2k to 10k, a estrutura de 3 atos pode ser descrita da seguinte maneira:

Como isso funciona na prática?

Primeiro você apresenta seus personagens, depois algo lhes acontece e, finalmente, eles resolvem o problema. Mas como isso poderia se aplicar à escrita de uma carta de apresentação?

Vamos dar uma olhada em como esta estrutura simples de 3 atos se traduz para o processo de preparação de uma carta de apresentação de qualidade superior.

Clique aqui para ir para o próximo artigo nesta série.

Comentários

Comentários